Pages

9 de agosto de 2007

Eu estou um caco;;;;;;;;;;;;;


Sinto que vou desmaiar a qualquer momento, não consigo nem parar em pé com essa alergia maldita, terça fechou minha garganta não dormi! O bolo do ken estava muito gostoso, ele ficou feliz eramos só nós mais estava bom demais. Sexta tem café-piu-piu a que saudade ........ Ontem fui no endocrino, eu amei o cara, no bom sentido claro, não bem diferente do drº Sérgio grosso, ele é super atencioso, conversa sem levantar a voz nossa eu adorei. Me passou 3 fórmulas.... uma para a tiróide, uma para emagrecer localizada e outra para inibir meu apetite voraz ...., mais é caro viu.... putz. Um foi esse:

Rimonabanto: O Comprimido Antibarriga


O rimonabanto ou Acomplia já pode ser comercializado no Brasil- deverá estar nas farmácias no próximos julho ou agosto - e isto ocorre em meio a enorme expectativa, pois é um medicamento que conquistou fama não só por proporcionar perda de peso, mas, principalmente, pelo sua ação sobre a gordura abdominal, esta associada a um aumento nos índices de infartos, derrames e alguns tipos de câncer. Pacientes em tratamento com o remédio (comercializado na Europa desde julho de 2006) registraram em um ano, uma redução na medida da cintura de, em média, 8,5 centímetros. O preço ainda não está definido para o mercado brasileiro, mas ao comparar com os vendidos na Europa, cuja caixa com 29 comprimidos custa 190 euros, deverá chegar no Brasil por cerca de 520 reais. O rimonabanto melhora vários indicadores de risco cardiovascular, pois baixa os triglicérides, aumenta as taxas de HDL, o colesterol bom e melhora o controle da diabetes. Em contrapartida, apresenta efeitos colaterais, sendo o principal o enjôo, mas também foram registrados casos de diarréia, tontura, vômito, depressão, ansiedade, insônia, entre outras reações adversas. O rimonabanto é o primeiro representante de nova classe de medicamentos antiobesidade cuja atuação consiste em inibir o sistema endocanabinóide. Este sistema, presente em vários órgãos e tecidos do corpo humano, é uma espécie de maestro do metabolismo que controla o apetite, a produção de colesterol, o acúmulo e a queima de gordura. A formulação de um medicamento que atua sobre ele é um passo importante, mas não resolve sozinho o problema do excesso de peso, pois a obesidade envolve diversos fatores que variam de uma pessoa para outra e por isso a tendência é que o tratamento medicamentoso da obesidade seja feito com associações de remédios, segundo o endocrinologista Alfredo Halpem, chefe do grupo de obesidade do Hospital das Clínicas de São Paulo. Logicamente, a combinação com dieta e exercício continua indispensável, não importa o remédio que se tome.
Agora tenho que procurar uma acadêmia, para fazer localizada, mais não sei onde, e estou sem grana então não sei o que fazer.... mais para tudo dá
se um jeito né.? bjks



3 comentários:

lulu disse...

ai que lindoooooo, esse felipe!!! como tá grande!

Anônimo disse...

O Fê ta lindo
que gostoso...
charmoso e carinhoso
amiga se dá enjôo eu nem me arrisco, tudo me dá enjôo e tontura nessa vida!
parece ser elgal essa droga, ma seu desisto dessas coisas...rsrsrs
bjos
*Sô*

Tati disse...

O Fê t[á cada dia mais lindo!! E simpático!! Dá até vontade de morder! hauahauhau

E eu adorei o comprimido anti barriga... Quanto serÁ? ahauhauaha