Pages

24 de julho de 2008

As castas na Índia

A sociedade Índiana se organizou em castas, da mesma forma que os africanos em tribos, que o mundo capitalista em classes, e assim vai. A casta é um sistema de estratificação social hereditário, fundamentado na religião hinduísta. Não tem a ver com a riqueza: o indivíduo nasce e morre dentro de sua casta e a transmite a seus filhos, independente de quantos bens venha a juntar ou dos méritos que venha a acumular.

Para ficar mais claro, numa sociedade de classes, o TER determina a ascenção ou a queda na escala social. A casta não é regida pelo TER, mas pelo SER. Portanto, é imutável, não permite nenhuma mobilidade.

Segundo o hinduismo, a humanidade nasceu de um único Deus -Brahma- mas de diferentes partes de seu corpo. Esse é o critério para classificar as 4 castas básicas:


brâmanes (sacerdotes, professores, sábios) - a casta mais alta, saiu da boca de Brhama
Chatrias (governantes e guerreiros) dos braços de Brahma
Vaisias (comerciantes, artesões ) das pernas de Brahma
Sudras (agricultores, prestadores de serviço) dós pés de Brahma

Já por volta de 1500 AC, o Código de Manu especificava os deveres e limitações de cada casta: com quem poderiam casar, que alimentos lhes era permitido, que ritos deveriam cumprir, que normas obedecer, que trabalhos poderiam realizar.

Os dalits, ou intocáveis, são párias: aqueles que não tem casta, a poeira sob os pés de Brahma. Eles realizam os trabalhos considerados impuros para as outras castas, como a limpeza de excrementos, a lida com os cadáveres, não podem beber água na mesma corrente de água, não lhes é permitido entrar nos templos, nem mesmo tocar, com sua sombra, um indivíduo pertencente a qualquer casta.

Gandhi lutou pela inclusão dos "intocáveis", e ele próprio passou a lavar o seu e outros banheiros, numa atitude simbólica, que tinha por finalidade demonstrar a igualdade entre os homens. Enfrentou muita resistência, inclusive de sua própria esposa. Em sua biografia, ele conta como muitos de seus adeptos abandonaram o santuário que ele havia fundado, quando admitiu um intocável entre eles.

Quando da independência da Índia, em 1947, um intocável, o dr Ambdkar, particiou da redação da nova constituição, que aboliu as castas -da lei, mas não dos costumes. Elas vigoram até hoje, mais fortemente nas regiões rurais, e o governo da Índia tem feito campanhas sistemáticas no sentido de transformar esse quadro, estimulando com prêmios casamentos entre castas e proporcionando aos dalits o direito à educação e ao mercado de trabalho.

Eles ainda têm muita luta pela frente, mas já fizeram conquistas consideráveis: entre outras, a eleição de Mayawati (não tem sobrenome), para governadora do estado de Uttar Pradesh.

Um comentário:

Anônimo disse...

parabens pela abordagem do tema pois e de uma clareza indiscutivel a forma como redigiram o assunto.