Pages

27 de maio de 2008

.....

Mais lágrimas, cada vez mais, acho que vou secar só que agora por fora porque por dentro já era.
Ontem o Fe ficou fazendo a maior birra o dia todo eu sei que a culpa é minha, se estou mal ele fica tb, ai vem um e quer estragar mais, vem outro e acha que é o pai da criança, para não quebrar nada de raiva me tranquei com o moleque no quarto e lá ficamos umas duas horas, eu não quero mais sair do quarto eu juro.
Hj estamos só nós dois, fiz comida e ele nem tocou na tal e está com fome porque tava reclamando, mais ficou cahamando a batian, nem ele me respeita mais, eu dei uns murros na mesa uns berros e acho que ele ta assustado agora pois nem chega perto de mim, não adianta ele nunca mais vai voltar a ser só meu não é, mais eu to sofrendo muito com tudo, e acho que nada consegue me animar agora , pois não quero mais olhar na cara das pessoas, ontem na ida ao médico andei o tempo todo de cabeça baixa, e em casa tb estou assim, não quero conversar, olhar para as pessoas em volta, não estou atendendo o telefone, nem sei onde meu celular está, não consigo falar com a minha mãe, pois não quero contar como estou me sentindo, não sei o que é pentear o cabelo, tirar o pijama, essa noite sonhei com sangue a noite toda, a cada momento de raiva me imagino em alguma situação perigosa sabe, quebrando alguma coisa, caindo da escada, pelo menos no meu quarto não tem tanto perigo, eu não quero fazer nada contra ninguém, nem pra mim, mais tb não sei oq eu fazer.
Thá obrigada pela tentaiva mais eu não vou ser uma boa companhia para vcs, e não quero estragar nada, não adianta eu não vou conseguir conversar, não vou conseguir rir, é melhor eu ficar em casa, no meu quarto esperando atpe tudo passar e se não passar, até pelo menos a hel nascer e ver no que vai dar, pois pelo que eu estou vendo é mais um filho que vou perder para os outros.

2 comentários:

Morrocoy disse...

Olá! Desculpa a intromissão, mas cheguei através do blog da Thaís e andei lendo seus posts dos últimos dias.
Você não perguntou, ninguém perguntou, mas eu vou falar mesmo assim porque eu sou muito do metida mesmo. :P Vou dizer o que acho:
Acho que você está num estado que te deixa bastante fragilizada, sensível e suscetível. Não sou quem para falar pois nunca estive grávida, mas enfim... Você está precisando de muito amor e carinho e compreensão de parte das pessoas que te rodeiam, começando por você mesma. Tente olhar para você com carinho, com amor. Faça as unhas, um penteado bonito, mime a você mesma. Não sei se você é cristã, mas se for, ore a Deus. Peça para Ele te ajudar, te mostrar o caminho e te acalmar. Abra seu coração a Ele, que com certeza te escuta e te compreende melhor do que ninguém. Ele sabe o que fazer, e depois da oração garanto que você vai se sentir melhor.
Um abraço e espero ter ajudado!

ana b. disse...

ô, pam...
eu tb não te conheço "pessoalmente", mas já te quero muito bem!
na gravidez, essa oscilação de humor mata a gente, né?
olha só, se vc se fechar, TUDO fica muito mais difícil... até vislumbrar uma saída pros problemas q te afligem.
acredite, o fê é seu, ele apenas está testando limites, como toda criança da idade dele!
por outro lado, e se vc lembrasse q todo filho é do mundo, nunca é inteiramente nosso?... talvez aliviasse sua tensão!
bjs e vai lá na thais, sim, quem mandou ela convidar? ela q agüente! rs
sair de casa, respirar outros ares, ficar próximo de gente q não traz problemas...ah, isso renova a gente!!!
a.